Proatividade: seja reconhecido, realizado e feliz em seu trabalho.

Se você está lendo este texto é bem provável que você sabe o que é (ou já ouviu falar sobre) proatividade e a importância de ser proativo, mas, talvez tenha dúvidas se você realmente é proativo ou de como desenvolver esta habilidade.

A ideia de escrever sobre este tema e compartilhar aquilo que aprendi sobre proatividade surgiu a partir de vários feedbacks positivos que recebi trabalhando como administrador de redes e coordenador de TI, onde sempre prezei pela antecipação e prevenção de problemas.

Mas, o que é proatividade?
Ser proativo é uma garantia de reconhecimento profissional?

De acordo com a Wikipédia, “proatividade é o comportamento de antecipação e de responsabilização pelas próprias escolhas e ações frente às situações impostas pelo meio”, ou seja, a proatividade está relacionada à organização e planejamento, qual busca atingir resultados positivos na execução de tarefas e, principalmente, agir de maneira antecipada frente a problemas, evitando-os antes mesmo que estes aconteçam.

Para responder a segunda pergunta, vamos analisar a diferença entre quem é proativo e quem é reativo.

Proativo x Reativo

Segundo o Dicionário Aurélio, “aquele que é proativo não se baseia na reação a algo, mas toma iniciativa de ação”, isto é, aquele que procura agir antecipadamente para evitar e para resolver problemas, que tem iniciativa. Quem é proativo preza pela harmonia, por um bom ambiente de trabalho, é otimista, age em busca do seu bem e dos outros e não foge de novos desafios.

O colete salva vidas evita seu afogamento

O reativo é aquele que pensa e age dentro de padrões de causa e efeito. Quase não tem iniciativa e realiza sempre o mais do mesmo. Geralmente é pessimista e se sente vítima do próprio trabalho. O reativo não é, necessariamente, uma má pessoa ou que não busca o sucesso, mas, em geral, é aquele que não procura sair de sua zona de conforto.

A bóia é utilizada quando você já está se afogando

A grande diferença entre estes perfis

Algumas frases que você já deve ter ouvido de quem é reativo:

  • Não há nada que eu possa fazer, me desculpe;
  • Sempre fizemos assim;
  • Não vão aceitar isso, nem adianta tentar.

O proativo pensa bem diferente:

  • Vou procurar alternativas, deixe comigo;
  • Vou buscar uma solução para melhorar isso;
  • Vou me preparar e explicar.

Outras grandes diferenças entre o reativo e o proativo são:

Reativo

  • Sofre com adversidades;
  • Resultado depende de sorte;
  • Muito ocupado e nunca tem tempo;
  • Foge e/ou esquece dos problemas;
  • Não se considera tão ruim pois há piores;
  • Não espera a sua vez de falar;
  • Na falha, só sabe se desculpar;
  • Acha que sabe tudo;
  • Resiste aos que sabem mais e só procura por defeitos;
  • Faz apenas o seu trabalho e é o que basta;
  • Diz ser comprometido mas esquece facilmente suas tarefas;
  • Parte do problema.

Proativo

  • Aprende com adversidades;
  • Resultado depende de si mesmo;
  • Trabalha muito e sempre tem tempo;
  • Enfrenta e aprende com os problemas;
  • Sabe que é bom mas que pode ser melhor;
  • Ouve e depois fala;
  • Na falha, busca soluções;
  • Gosta de aprender e de ensinar;
  • Respeita os que sabem mais e procura aprender com eles;
  • Sente-se responsável por coisas além do seu trabalho;
  • É comprometido e não esquece suas tarefas;
  • Parte da solução.

Quem é proativo se destaca, naturalmente!

Hábitos e atitudes de quem é proativo:

  • Se antecipa (eficaz);
  • Se organiza (prioridades);
  • Se compromete (crescimento da empresa);
  • Colabora (compartilha conhecimento);
  • Aprende (respeita opiniões contrárias);
  • Tem foco (gosta do que faz e evita o estresse);
  • Busca soluções (redução de retrabalho);
  • Busca a felicidade (qualidade de vida).

Como desenvolver estas habilidades?

Eficiência x Eficácia

Mesmo sendo um conceito bem antigo, é muito importante compreender a diferença entre ser eficiente e ser eficaz.

Eficiência consiste em fazer alguma coisa da maneira certa. Ter um dever ou obrigação e fazê-lo da forma correta. Uma pessoa eficiente é uma pessoa que, diante de uma determinada circunstância, é capaz de exercer aquilo que lhe é proposto.

Eficácia diz respeito a coisa certa a ser feita. Ter uma escolha ou uma tomada de decisão. Enquanto a eficiência está ligada em como as coisas devem ser feitas, a eficácia refere-se ao resultado deste processo.

Think Outside The Box

Você já deve ter ouvido a expressão: “pense fora da caixa”, certo?

Em poucas palavras, pensar fora da caixa é usar a criatividade para resolver problemas ou desenvolver seu trabalho.

Pensar fora da caixa é:

  • ser criativo;
  • desafiar-se (sair da sua zona de conforto);
  • questionar-se antes de perguntar;
  • contrariar-se;
  • ampliar sua visão;
  • acreditar que tudo tem uma solução;
  • aprender coisas novas e diferentes.

Be a Maker (DIY)

Maker é aquela pessoa que, usando o que tem em mãos (e as próprias mãos), cria ou resolve algo de forma criativa, colaborativa e até mesmo escalável.

A cultura maker é aquela do “se vira”, “faça você mesmo”, “vai lá e faz”, “você pode / nós podemos”!

Rosie the Riveter tornou-se um símbolo do feminismo (J. Howard Miller, 1943)

Alguns famosos slogans relacionados a cultura DIY (Do It Yourself) que você deve conhecer:

  • We can do it – 1943 (Nós podemos fazer isso)
  • Just do it – 1988 (Apenas faça)
  • Yes, we can – 2008 (Sim, nós podemos)

Build Sense of Ownership

Procure desenvolver o sentimento de ownership, ou seja, de que você também é o dono da empresa que você trabalha.

Colaboradores engajados com este espírito são:

  • proativos;
  • responsáveis;
  • decisivos;
  • preocupados com os resultados da empresa;
  • flexíveis, compreensíveis e amigáveis;
  • bons comunicadores (sabem ouvir e escutar)

…independente do nível de responsabilidade ou do nível hierárquico em que atuam.

What’s your Mindset: growth or fixed?

A psicóloga americana e autora do livro Mindset – A nova psicologia do Sucesso, Carol Dweck, afirma que “a visão que você adota para si afeta profundamente o modo como você conduz sua vida”.

Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso, de Carol Dweck (2006)

Na mentalidade de crescimento novas habilidades são algo adquirido e erros são só parte do caminho. Além disso, motivação e criatividade são essenciais.

A mentalidade fixa acredita que o potencial de cada um já está definido e que não há espaço para mudança. Falhas são demonstrações de falta de habilidade e o próximo passo é passar para outra tarefa.

Será que você é proativo?
Sim, voce é! Basta querer.

A proatividade é uma habilidade que pode ser desenvolvida, mas exige esforço e ação por parte do profissional. Como grande parte dos profissionais ainda está bem atrás de uma postura verdadeiramente proativa, se você alcançá-la terá um diferencial que somado a tantos outros poderá ajudar grandemente a sua carreira profissional. Anderson Hernandes, escritor e palestrante, formado em contabilidade, marketing e MBA em Gestão de Negócios.

Este artigo também está diponível no Medium.

*Com referências de: Menthes: 5 dicas para desenvolver proatividade no seu trabalho, WikiNow: Como pensar fora da caixa, Forbes: Maneiras de criar uma cultura de ownership (em inglês)

Leave a Reply