Filmes e Séries sobre Tecnologia e Segurança (Parte I)

Eu gosto muito de assistir filmes! Não sou um Rubens Ewald Filho mas acho que me sairia bem numa entrevista no AdoroCinema. E, utilizando destes meus dotes de crítico de cinema, criei uma lista de filmes e séries que retratam um pouco sobre o complexo mundo da tecnologia e da segurança da informação.

Alerta: contém spoilers!

Snowden (2016)

Por que assistir?
Expõe em detalhes o escândalo da NSA e como a privacidade digital é uma ilusão.

Snowden é um filme que conta a história de um dos hackers mais famosos de todos os tempos, Edward Snowden, um ex-administrador de sistemas da CIA (Agência Central de Inteligência) e da NSA (Agência Nacional de Segurança), dos Estados Unidos da América, que trouxe a público detalhes sobre um sistema de vigilância global da NSA que tinha acessos praticamente irrestritos à qualquer sistema e dispositivo conectado à Internet. O filme é recheado de detalhes técnicos e não poupa esforços para esclarecer a audácia da NSA ao praticar atos de espionagem como no acesso à informações sigilosas até mesmo de outros governos, como do Brasil. Um dos pontos mais surpreendentes do filme é quando um analista invade um computador desligado de uma vítima acessando sua câmera e microfone. O filme termina com uma famosa entrevista de Edward Snowden à TV, momento em que ele já se encontrava em exílio, já que o governo dos Estados Unidos decretou sua prisão acusando-o de roubo de propriedade, comunicação não autorizada de informações de defesa nacional e outros crimes.

O Quinto Poder (2013)

Por que assistir?
Conta a história do famoso site de informações sigilosas, o WikiLeaks.

O Quinto Poder conta a história do polêmico site WikiLeaks e do seu principal fundador, também considerado um dos hackers mais famosos do mundo, Julian Assange. O enredo é contado por Daniel Domscheit-Berg, então amigo e colega de Assange, que juntos, tornaram o site uma plataforma de referência para que denunciantes publiquem, anonimamente, informações confidenciais, segredos ou crimes de governos ou corporativos. Com o aumento da popularidade e prestígio do site, que passa a ter maior notoriedade que a mídia convencional, Julian e Daniel tem sua relação bastante abalada e o conflito entre os dois é irreparável (tanto é que pouco tempo depois Daniel anuncia um site semelhante chamado de OpenLeaks). O filme ilustra bem como é a vida de hackers/crackers, cibercriminosos e ativistas digitais e, por ser uma produção americana baseada no livro de Daniel Domscheit-Berg, é uma grande crítica à Julian Assange.

Jobs (2013)

Por que assistir?
Conta a história do famoso Steve Jobs, da Apple e da Computação Pessoal.

Apesar deste filme ter sido pouco apreciado pela crítica, qual tenta contar toda a vida de Steve Jobs em apenas 2 horas, ele retrata a história da computação pessoal de uma maneira bem bacana e resumida. Jobs mostra o lado visionário do fundador da Apple que viu algo muito maior no projeto eletrônico desenvolvido pelo seu grande parceiro, Steve Wozniak, as tentativas frustradas na busca de investidores, o grande sucesso do Apple II, responsável por elevar a Apple a outro patamar, e o contato com Bill Gates que, em paralelo ao desenvolvimento do Mac lançou o famoso Microsoft Windows. O filme também mostra o lado mais genioso e perfeccionista de Steve Jobs, defeitos estes que o afastaram de sua própria companhia no final dos anos 80. Dez anos mais tarde, Jobs retorna à Apple e depois de grandes projetos de sucesso como o iMac, iPod e iPhone, se consolida como uma das figuras mais icônicas do mundo da tecnologia. A produção se encerra com sua morte, em 2011.

Duro de Matar 4.0 (2007)

Por que assistir?
Hackers, invasões, sistemas integrados de gestão, ação e muita ficcção.

A série Duro de Matar conta a história do policial John McClane e suas inúmeras aventuras. Neste quarto filme da franquia, McClane tem de enfrentar um grupo de cyber-terroristas liderados por Thomas Gabriel, um ex-chefe de tecnologia da NSA (Agência de Segurança Nacional) que, após ser demitido por apontar falhas nos sistemas de defesa, inicia uma operação chamada “queima-total”, que consiste em criar um completo caos, invadindo sistemas estratégicos como de energia, água, trânsito, hospitais, TV, polícia e segurança pública. McClane, que foi designado para capturar Matthew Farrel, um hacker suspeito, conta com a ajuda do próprio Farrel para entender o plano dos terroristas e salvar a vida de sua filha, sequestrada por eles. Apesar do filme ser uma completa ficção, a ideia de que um grupo de cibercriminosos pode dominar um país invadindo seus sistemas de gestão é bem interessante e nos faz refletir sobre como políticas de segurança da informação são importantes.

Prenda-me se for capaz (2003)

Por que assistir?
O filme é uma aula de Engenharia Social.

Filme baseado em fatos reais que conta a história do famoso golpista Frank Abagnale Jr. e que é uma verdadeira aula de Engenharia Social. Frank, que é considerado um dos ladrões de banco mais bem sucedidos e mais jovem da história dos Estados Unidos (tinha apenas 18 anos quando já era procurado pelo FBI, a polícia especial dos EUA), usa todos os seus dons e habilidades para, literalmente, enganar a tudo e a todos. Em sua bem sucedida vida criminosa, ocorrida na década de 60, Frank consegue se passar por um médico, por um advogado e até por um piloto de avião e, tudo isso, graças à sua criatividade, atrevimento, cinismo, ousadia e toda a sua habilidade de persuasão. Algum tempo depois Frank acaba se tornando especialista em falsificação de cheques, o que realmente chamou a atenção do FBI, que mesmo após capturá-lo, recorreu à ele para ajudar na captura de outros golpistas e falsificadores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.